Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um Lugar sem tempo...

Terça-feira, 01.01.08

"As quatro coisas que não voltam para trás:

A pedra atirada, a palavra dita,

a ocasião perdida e o tempo passado."

Desconheço a longitude ou a latitude, não sei o fuso horário, não  sei a duração dos dias ou das noites...desconheço esse teu endereço.

Mas tenho a certeza que estás aí...a mesma certeza que me faz escrever para te dizer o quanto estou atrasada nas palavras, a mesma certeza que tenho desses passeios calmos sem rebuliço, correria ou falta de tempo.

Sei-te agora, confortado e resignado, nesse lugar despido de muros e paredes de betão, ruas empedradas e irregulares que te custavam percorrer...sei-te nesse lugar sem janelas embaciadas e pequenas de onde já não olhavas com alegria.

Sei-te viajante feliz, pelo olhar doce com que nos espreitas...pela ternura que nos fazes sentir, sempre que tocas o nosso coração e pela certeza do encontro...

Ainda que, atrasada nas palavras tenho que te dizer, não ter aceite a tua viagem de imediato, não dei conta de preparares bagagem ou comprares  bilhete...e não tive tempo para um abraço...o mesmo tempo que me fez adiar os sentimentos...os gestos...as palavras...talvez o mesmo que levei a chorar tudo e a perdoar-me, por não me ter despedido de ti, neste cais de chegadas e partidas.

Ainda que atrasada, já te posso dizer com um sorriso, que nenhuma viagem é vã. ..nem a tua, ainda que prematura.

Aprendi,que todas as partidas, nos deixam sulcos, vincados na alma e que a data não se apaga, apenas se atenua na saudade, gravada na pedra mais dura do tempo.

Além das muitas coisas que me ensinaste, a mais importante, foi a que me enviaste, desse lugar sem nome...que recebi em envelope selado com amor e papel de um branco brilhante, de cercadura estrelada e colorida.

E numa mistura de alegria e lágrimas, leio, que, numa viagem aprendemos algo para sempre;nunca adiar ou guardar as emoções acompanhadas de palavras,porque elas ficam permanentemente em quem as recebe.

Só hoje,pai,depois de tanto tempo,te envio a resposta por escrito.No coração,sabes que já o tinha feito.Tenho tentado estar atenta a todos os que amo,prescurtar neles possíveis viagens sem bilhete ou bagagem...adivinhar abraços...já não adio as palavras quando as sinto...não quero ser surpreendida por partidas vazias...toda a viagem deve ter espaço na bagagem para o amor...para que o reencontro seja eterno.

Pai,obrigada por continuares a ensinar-me,mesmo daí...desse lugar que não sei onde fica ,mas penso-o,um lugar sem tempo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por dolce_vita às 23:23


22 comentários

De daplanicie a 02.01.2008 às 11:44

Deixaste-me muito comovida com as tuas palavras tão sentidas! Um grande beijinho para ti e que o novo ano seja repleto de tudo o que é realmente importante para sermos felizes.

De dolce_vita a 02.01.2008 às 16:33

As palavras,deviam ter sido ditas na altura certa e à pessoa certa,ao meu pai,foi preciso a partida dele,para eu entender que adiar,nunca mais.Hoje sou uma pessoa diferente,digo o que sinto,sobretudo para fazer feliz quem as recebe.Obrigada e também para ti um ano com muita felicidade.
Rosa

De mauricio_102 a 02.01.2008 às 18:47

.
EXTRA: Um NATAL PORREIRO e um ANO NOVO FIXE para todos os Bloggers Portugueses.

A minha PRENDA de Natal: "Aumentar a PRODUTIVIDADE: Jogo dos 3 Bifes." , http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2004_04.html#112185 . FIM DO EXTRA.



E agora,

Olá Blogger. Vamos criar um MOVIMENTO DE BLOGGERS para MUDAR A LETRA do Hino Nacional ?!

http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Portugal/Simbolos_Nacionais/HinoNacional.htm


Escreve a tua versão.


A minha PROPOSTA:

"A Liberdade" (um povo sem formação não é um povo livre).

Heróis do mar, nobre povo,
Nação valente, imortal,
Levantai hoje de novo
O esplendor de Portugal!
Entre as brumas da memória,

Ó Pátria, sente-se a voz
Dos teus egrégios avós,
Que há-de guiar-te à vitória!

E agora a parte em que se faz a ALTERAÇÃO:.

///// ... Às aulas, às aulas!
///// ... Na Escola e no Trabalho,
///// ... Às aulas, às aulas!
///// ... Pela Pátria aprender
///// ... Contra o atraso estudar, estudar! (*2)


(*2) - ALV - Aprendizagem ao Longo da Vida.

"Toda e qualquer actividade de aprendizagem, empreendida numa base contínua,
com o objectivo de melhorar conhecimentos, aptidões e competências".

Site em http://www.alv.gov.pt


BRAGA ( mas LISBOETA, "A Invasão Mourisca", http://jn.sapo.pt/2007/02/27/opiniao/a_invasao_mourisca.html ) 31.5.2007.

JOSÉ DA SILVA MAURÍCIO para os que não gostam de Anónimos.

ANÓNIMO para os que não gostam de armantes.

E para os restantes, J#o? d/ sI&v? Ma+/+u)io ( ASSINATURA ILEGÍVEL ).

mauricio_102@sapo.pt

http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/30664.html

De justme_nina a 02.01.2008 às 19:38

Um beijinho especial para ti amiga!
Onde quer que esteja, de certeza que sabe o que sentes!

De dolce_vita a 10.01.2008 às 23:50

amiga ,é por ter tanta certeza que ele sabe,e também ,que aprendi tanto com a sua viagem inesperada,que estas palavras fazem sentido .
um beijinho
Rosa

De saltapocinhas a 03.01.2008 às 00:07

uma linda homenagem que o teu pai vai gostar de ler, onde quer que esteja.

é que cá para mim o céu só vale a pena se por lá houver computadores...

beijinho

De dolce_vita a 10.01.2008 às 23:40

amiguinha
Então não é pra lá que todos queremos ir?
Por que será?Lá já está instalada a maior rede virtual que existe,antes de chegar a estes humildes mortais,tudo passa pelo control de qualidade.Não minha linda,lá não há desemprego!
Mesmo assim ,com toda essa tecnologia avançada,adiamos o mais possível a viagem.
Beijinho

De princesa_de_cristal a 03.01.2008 às 15:05

Olá amiga. Q posso dizer deste post? Simplesmente... lindo! Tb eu passei por uma situação idêntika, n com o meu pai, mas c o meu avô. E tb n fui capaz de me despedir dele, simplesmente pq n consegui aceitar q era o fim... ainda hoje me custa mt falar deste assunto, sabes?
São coisas... q ficam presas na alma... Um bjinhu mt grande p ti e um bom ano!

De dolce_vita a 10.01.2008 às 23:31

Amiga,todo o fim deixa magoa,ou saudade...deixa-nos o vazio,da falta.da ausencia.
Partilho este sentimento ,pelo tanto que aprendi, de uma despedida sem palavras ou gestos ...,pelo tanto que não disse ao longo do caminho...
um beijinho
Rosa

De A VER NAVIOS a 03.01.2008 às 20:01

Bem, fiquei abananado com este belo texto.
Também eu já perdi pai e mãe, sabendo assim dar o valor às suas palavras.
Costumo dizer que só descobri a falta que o meu pai me fazia, após a sua morte.
Mas... que se há-de fazer, faz parte das nossas aprendizagens de vida.
Força. Um bom ano.
J. Lopes

De dolce_vita a 10.01.2008 às 23:12

Amigo,apenas gostaria de alguma forma dizer que adiar afectos,gestos ou palavras,não me fez bem nos momentos imediatos,mas aprendi a dar-me ,sobretudo a homenagear aqui ,cada pessoa que amo e me ama. Hoje não poupo palavras,sorrisos e só assim sei ser mais feliz.
Um abraço
Rosa

De A VER NAVIOS a 11.01.2008 às 10:15

Obrigado pela sua resposta.
Força minha amiga. A vida continua.
Um abraço e bom fim de semana.
J. Lopes

De . a 04.01.2008 às 16:27

Olá rosa.
primeiro um excelente ano cheio daquelas coisas que todos queremos... saude, dinheiro, amor, a paz no mundo deixo de barato já tanta gente fala nisso...

no inicio do texto já estava eu a imaginar o destinatario...posso dizer que não foi este o que me passou pela cabeça...

sentido ,julgo que de coração... amei.

Um beijoca
Toma
Gui

De dolce_vita a 10.01.2008 às 23:01

Olá Gui
este texto sempre esteve escrito em mim,não adiado,como os afectos que não dei,como os gestos que não tive...mas fico feliz,por ter aprendido ,ainda que desta forma, a imortancia de Dar...sem receios,sem medos .
Um beijinho
Rosa

De in_certezas a 04.01.2008 às 16:32

linda homenagem ..
gostei muito

De dolce_vita a 10.01.2008 às 22:47

Ele estará sempre na memória dos afectos...adiei a homenagem não o olhei nos olhos,não lhe disse que o amava...mas aprendi a faze-lo e hoje todas as homenagens serão aqui,mão na mão,olhos nos olhos.
um beijinho
Rosa

De angel a 05.01.2008 às 12:56

Olá Dolce...
Só agora li...e fiquei encantada que bonitas palavras...

"já não adio as palavras quando as sinto...não quero ser surpreendida por partidas vazias...toda a viagem deve ter espaço na bagagem para o amor...para que o reencontro seja eterno."

...gosto muito de te ler...gosto dos semtimentos que transmites e a forma com o fazes...
tambem não queria perder a oportunidade...um optimo fim de semana...um beijinho muito doce

De dolce_vita a 10.01.2008 às 22:40

Amiga Angel,são as perdas,que também,nos dão crescimento,como me dizia a nossa amiga,Lua de Sol.arrecadamos sabedoria.
E isto é um tesouro,que só faz sentido se o partilharmos...
um beijinho
Rosa

De crescer_e_aprender a 06.01.2008 às 17:52

Completamente sem palavras ... demasiado perfeito. Nao consigo dizer mais nada, apenas ler e ler uma e outra vez e cada palavra volta-me a tocar e a arrepiar. Um grande beijinho

De dolce_vita a 07.01.2008 às 01:31

Olá,há tanto tempo que não te "via".
vou passar no teu cantinho para conversarmos.
um beijinho e bom ano
Rosa

Comentar post


Pág. 1/2





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031